abril 11, 2010

Pausa


Agora não me assusta mais os furacões, as noites que parecem não ter fim. Não tenho mais medo daquelas faces, daquelas vozes ensurdecedoras, daquelas palavras cuspidas sem sentido. Daqui em diante os olhos nossos permanecerão em harmonia com a energia do Uni-Verso, e a partir daí, as águas da saúde e da felicidade correram tranquilamente pelos canais dispostos e receptíveis.
A força em torno de nós aumentou, a consciência e a sapiência tambem. E aqueles fisgões que antes podíamos sentir em nossos pés, provinientes dos organismos apáticos, deixaram de nos causar dores...

3 comentários:

Jimmy disse...

Only you my sweet star...

O amigo céu em gratidão/resposta guiou pela luz noturna... e me trouxe a verdade, a beleza, o Amor e a felicidade em um único suspiro...

Saberei ter a sabedoria e valorizar cada encher dos pulmões.

*** J in S

Van-nessa disse...

a sensibilidade de viver...

Deize Almeida disse...

adoro seus trocadilhos, muito bom mesmo!

saudades.