janeiro 19, 2009

É como se você estivesse lendo sobre isso em algum roteiro

Divertido ver o caminho que construímos, desenhamos, moldamos e tantas outras vezes erramos. Bonito sentir que ao longo do tempo você vai armazenando ou até colecionando asas dos mais lindos seres humanos, uma sensação boa, capaz de alimentar por horas seguidas o coração apático e desnorteado que carrego dentro do peito. E Janeiro que se segue tão calmo como as enzimas do meu corpo quando eu como azeite... e de quem será aquele cravo dentro daquele copinho? E aquele salto que se perde por dentre as pedras. Talvez se queira comprar novos pés. Não é tão dificil saber onde podemos arranjar uns novos. Aproveitamos para admirar aquelas belezas que ali estavam todo esse tempo, mas a falta de chocolate em pequenas caixas não deixava ver.
Pedras e pés. Uma boa combinação. De Otto, até chegar nos dias de Janeiros, quentes e geralmente impregnados de ares de outros lugares. E samba com o pé também, e se tenta sambar, e se tenta entender o Recife e por que não Bogotá e Bagdá? Afinal, não tem como passar o Fevereiro esperando que enfin o Setembro aconteça... Meus pés tem uma pigmentação que tende para o vermelho... será novos pés novos? Inventamos quadrados, mas será que todo mundo sabe fazer uso? Água? De beber tem, e de lavar pés tambem. Você fica bem de turbante. MAs a sua coluna está torta, engraçado você cantar assim, seria um soprano? Plugs devem ter material tecnológico para serem acoplados, às vezes produzem sons agradáveis. Mas não esqueça de escovar os dentes com as palavras certas amanhã, novos pés´precisam de palavras mágicas cotidianamente, assim disse aquele de cara prata pedrificado.
Fiquei com vontade de perguntar se realmente havia limão pra lavar garganta. Isso geralmente ajuda a pensar melhor, e ao invés de tocar em sua mão, eu poderia beijar um dedo seu, ou quem sabe o pé inteiro. Depende da água, se serve para retirar impurezas. Mas não enconsta o quiexo dessa maneira no ombro, tenho um pouco de medo de espelhos.
Orgânico. Isso é uma boa definição. De repente, se eu falo que não li isso, será que me creditariam?Rs
Vou pintar um centopéia fazendo "pisck" só pra você sorrir.

''Just to see that smile
Makes my life worthwhile...''

4 comentários:

Simone Schuck disse...

Me lembrou o costume indiano de tocar os pés das pessoas mais velhas em sinal de "Respeito pelos caminhos que ela já trilhou".

(mas isso não significa que ela não irá trilhar novos caminhos novos)

beijo - no dedo do pé?

Anônimo disse...

tem maluco pra td. tsc, tsc, tsc

Rudsson disse...

pé feiooooo!!
rs
mentira é bonitinho, só tem umas frieiras e fede as vezes.

Pisk disse...

Achei você no meu jardim
Entristecida
Coração partido
Bichinho arredio

Peguei você pra mim
Como a um bandido
Cheio de vícios
E fiz assim, fiz assim

Reguei com tanta paciência
Podei as dores, as mágoas, doenças
Que nem as folhas secas vão embora
Eu trabalhei

Fiz tudo, todo meu destino
Eu dividi, ensinei de pouquinho
Gostar de si, ter esperança e persistência
Sempre

A minha herança pra você
É uma flor com um sino, uma canção
Um sonho, nem uma arma ou uma pedra
Eu deixarei

A minha herança pra você
É o amor capaz de fazê-lo tranqüila
Plena, reconhecendo o mundo
O que há em si

E hoje nos lembramos
Sem nenhuma tristeza
Dos foras que a vida nos deu
Ela com certeza estava juntando
Você e eu