dezembro 20, 2009

Humm!!!

Brincar de deus é uma delícia. Por alguns instantes você pode fazer o que quiser ou até ser quem você quiser. De repente tudo é luminoso e emite um aroma de sedução. As luzes bailam diante de seus olhos, e seu corpo, ainda sem saber distinguir quais partes daquilo é realidade, sucumbe à sensação inédita que seus sentidos lhe fornecem: sabor de amora na boca, cheiro das flores élficas de Ellésmera e aquele som etorpecedor que lhe atinge em camadas sintéticas que lhe permite mergulhos em slow-motion.
Estar vivo, discernir, respirar - coisas tão simples, mas tão maravilhosas. Adoro os presentes da vida.

"Deita-te comigo sem tu mesmo estar
dance nos meus sonhos e me implore a pedir
para que eu abra os olhos
"...

Um comentário:

Espinheira disse...

Saborosa sensação!
Maravilhoso contemplar a tudo isso ao seu lado! =D